11 de setembro de 2009

Atividade: Análise do certificado

Na última aula (04/09), o professor pediu para que todos os grupos fizessem um certificado naquele momento. O certificado feito pelo grupo ficou desta forma:

...totalmente errado! Depois disso o professor pediu para que fosse feita uma análise diplomática do certificado "criado" a partir do texto "Como fazer análise diplomática e análise tipológica de documento de arquivo" da Heloísa Belloto. Começamos a análise... Segundo Belloto, o certificado é o "documento diplomático testemunhal comprobatório, descendente, notarial ou não. Declaração que garante a veracidade de um fato, de um estado de coisas."

Verificando os elementos inválidos ou ausentes do certificado, temos:
Protocolo Inicial:
  • Timbre do emissor - Não há timbre no certificado;
  • Título - Está incompleto, pois só está escrito "certificado", mas certificado de quê?

Texto: O texto é inválido. Na verdade este começo ("Às 18:00 horas do dia...") lembra uma ata de reunião... nada a ver com o texto de um certificado.

Protocolo Final:
  • Data tópica: No certificado há a data tópica: "Brasília";
  • Data cronológica: Também está certinho: "04 de setembro de 2009";
  • Assinatura, nome e titulação da pessoa ou entidade responsável: É inválida, porque a titulação da pessoa que assina é incompatível com a competência de validar um certificado.
Enfim, o que se salvou do certificado que fizemos, foi apenas as datas tópica e cronológica, os demais elementos são inválidos. Agora vejamos um modelo de certificado autêntico:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos

Loading...